Projeto Axé Brasil

Axé è ArtEducação

Projeto Axé no Fórum de Defesa de Crianças e Adolescentes de Salvador – FOCAS

O Fórum de Defesa das Crianças e Adolescentes de Salvador – FOCAS é uma Organização Social, sem fins lucrativos, composta por Organizações da Sociedade Civil e foi criado em março de 2019, durante um evento de parceria firmada entre a UFBA e o CMDCA Salvador.

Tem como objetivo, a afirmação do princípio da proteção integral das crianças e adolescentes nas políticas públicas e privadas, seja na área da saúde, assistência social, educação, esporte, lazer, proteção e enfrentamento das violências.

Atualmente o FOCAS possui uma média de 250 entidades envolvidas diretamente nas suas ações, dentre elas o Centro Projeto Axé de Defesa e Proteção à Criança e ao Adolescente (Projeto Axé).

Neste período de pandemia todas as ações promovidas às entidades por este Fórum têm sido com o intuito de oportunizar o conhecimento em diversas frentes.

Para isso, capacitações semanais tem acontecido, sobre temas diversos com especialistas em assuntos como: “Cuidar de crianças em tempos de pandemia”, “Biossegurança”, “Criança não namora”, “Criatividade”, “Introdução à elaboração de projetos”.

Além disso, um Seminário em comemoração aos 30 anos do ECA e 01 ano do FOCAS foi realizado virtualmente nos dias 09 e 10 de julho de 2020.

No mês de setembro foi feito um novo seminário homenageando a Olimpíada Baiana da Primavera, evento histórico e de bastante importância para as crianças e adolescentes de Salvador.

Durante a pandemia as principais proposições do FOCAS Salvador para o atendimento a crianças e adolescentes de Salvador têm sido firmar parcerias com entidades doadoras, tais como UNICEF, BNDES, AVON, NATURA, LOJAS AMERICANAS, que doaram milhares de kits de higiene, materiais de limpeza e cestas básicas repassadas às entidades ligadas ao FOCAS, chegando às comunidades e assim nos lares das crianças e adolescentes. Drive-thrus solidários em parceria com a UFBA, UNIFTC, Hora da Criança foram realizados arrecadando também os referidos itens e repassados da mesma forma.

A seriedade do trabalho é tamanha que o reconhecimento da UNICEF foi por Salvador como capital de maior alcance e transparência durante esse período de doações por eles nas regiões brasileiras.

Mateus Russo
Coordenador do FOCAS