Projeto Axé Brasil

Axé è ArtEducação

Educação de Rua realiza Cartografias dos Desejos e Ciclo de Formativo (Análise da Prática)

O Projeto Axé́ realizou essa semana mais um Ciclo Formativo de Análise da Prática com os Arteducadores da Educação de Rua. A formação é um pilar fundamental na atuação do Axé, por isso, entendemos que a Pedagogia do Desejo só é possível a partir do compromisso estético e ético de sujeitos, responsavelmente, engajados numa formação crítica, dialética e continuada.

Formar-se e informar-se são estratégias de cuidado e amor à vida. Neste momento, a Educação de Rua se mantém vigilante na busca pela manutenção da qualidade dos atendimentos através de seu engajamento pedagógico e político, a fim de continuar garantindo os Direitos Fundamentais das crianças, adolescentes, jovens e seus familiares.

As atividades da Educação de Rua do Projeto Axé, portanto, estão pautadas em pilares inalienáveis que são: o atendimento com qualidade e respeito; a observação crítica e atenta; e, uma ação cidadã e humana relação aos sujeitos que se encontram em situações de vulnerabilidades sociais e econômicas. Além do trabalho incansável de Formação, pensada através da Análise da Prática, os arteducadores de rua refletem, profunda e criticamente, sobre os territórios de sua atuação. Isso ocorre no momento de realização das Cartografias dos Desejos.

Cartografar a rua, muito mais do que realizar mapas para o trabalho, é um processo de saber entender, ler e perceber as ruas. Não como representação acabada, mas como construção contínua e dinâmica. Todas as ações que estão sendo desenvolvidas têm como base o Protocolo de Atendimento da Educação de Rua constituído pelo Projeto Axé para responder à situação de pandemia pela qual atravessamos.