Projeto Axé Brasil

Axé è ArtEducação

O Projeto Axé apresenta nesta seção nossas propostas e ações, diante o contexto atual de calamidade pública, e o necessário enfrentamento ao COVID- 19 . Prosseguimos em nossos acompanhamentos e orientações Arteducativas, assegurando a garantia de direitos das famílias e educandas(os) atendidas(os). Em acordo e conforme as medidas Governamentais estabelecidas no âmbito Estadual- Bahia e Municipal -Salvador, referentes ao Isolamento Social .

  • Apresentação
  • Protocolos
  • Ações dos Protocolos

O Projeto Axé em tempos de COVID-19

O início do contágio da COVID-19 no Brasil ocorreu em 25 de fevereiro de 2020, quando detectou-se o primeiro SARS-CoV-2 positivo. A transmissão comunitária foi confirmada para todo o território nacional, o que tem impactado diversas vertentes da sociedade brasileira.

Os números consolidados com as informações que foram repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde ao Ministério da Saúde na data referente a 19 de Abril de 2020 revela o número de 38.654 casos confirmados de Coronavírus e 2.462 óbitos no Brasil, representando uma taxa de letalidade da doença no Brasil de 6,4%.

Na Bahia, o alerta chegou com vozes unidas do Governo do Estado e do Município de Salvador, se aliando para tratar da pandemia, ao mesmo tempo em que mobiliza toda sociedade baiana para enfrentar o que consideramos um risco para as populações vulneradas, para os trabalhadores informais, pessoas idosas e/ou portadores de doenças crônicas.

O isolamento social preconizado para toda população permite que menos pessoas circulem e principalmente aquelas que fazem parte do grupo de risco, como os idosos e doentes crônicos.

As medidas tratadas pelas duas esferas de governo no Estado da Bahia e do Município de Salvador trataram da suspensão por decreto, desde 18 de março, das aulas da rede municipal e estadual e particular da cidade de Salvador e do todo Estado da Bahia, a interrupção pelo Governo do Estado, do transporte intermunicipal para as cidades com casos confirmados de coronavírus por tempo indeterminado, proibição de qualquer evento ou atividade para mais de 50 pessoas e o impedimento de viagens internacionais para servidores públicos da Prefeitura. Além disto, o decreto municipal suspende o funcionamento de comércios, lojas e shoppings.

Acrescentam-se ainda medidas essenciais como organização dos sistemas de saúde e de assistência social para atender a população, na intenção de prevenir situações de agravamento, preparando a cidade de Salvador e o Estado para evitar a explosão do numero de casos do coronavírus e superlotação do sistema de saúde. O isolamento social preconizado para toda população permite que menos pessoas circulem e principalmente aquelas que fazem parte do grupo de risco, como os idosos e doentes crônicos.

As ações do Projeto Axé contam com os parceiros: Secretaria de Estado de Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social – SJDHDS, Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate a Pobreza – SEMPRE,  Conselho Municipal da Criança e do Adolescente através da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude, Programa Criança Esperança/UNESCO,  IPAC, Coelba, Comunidade Franciscana da Bahia, Fundação San Zeno, Conferência Episcopal da Itália – CEI, Tavola Valdese, Crossing Borders, Estado Alta Áustria, XXX Lutz, Huebler Kaeltetechnik, AGRU Bad Hall, Greiner Kunststoffechnik.

Nesta seção, você pode consultar os protocolos de orientações para realização dos trabalhos do Projeto Axé durante o isolamento social devido a Pandemia do covid-19.

Clique nos links relevantes para baixar os documentos.

 

Protocolo de atendimento remoto e presencial

Protocolo de seguranca na empresa para prevenção ao contágio COVID-19

O Projeto Axé apresenta este Plano de Ação voltado para organizar e adequar as ações desenvolvidas pela instituição no cotidiano do atendimento a 400 crianças, adolescentes e jovens e 300 familias, acolhidas nas Unidades de Atendimento Augusto Omolu e Pelourinho,  as 792 crianças, adolescentes e famílias atendidas anualmente nas áreas de abrangência da Educação de Rua, ao contexto atual de calamidade pública decorrente do COVID-19.

Tem como objetivo fundamental assegurar o atendimento aos educandos e suas famílias, garantindo a proteção e garantia dos direitos e mediante as medidas governamentais estabelecidas, no âmbito estadual e municipal, de isolamento social.

As ações propostas seguem as diretrizes do Protocolo Nacional Conjunto para Proteção Integral a Crianças e Adolescentes, Pessoas Idosas e Pessoas com Deficiência em Situação de Riscos e Desastres, instituído pela Portaria Interministerial nº 2, de 6 de dezembro de 2012 e as Recomendações do CONANDA para a Proteção Integral a Crianças e Adolescentes durante a pandemia do COVID-19, de 25 de março de 2020.

Uma versão estendida deste plano de ação também está disponível para download clicando neste link.

Todas as ações do Axé no enfrentamento a Pandemia Covid-19